Total de visualizações de página

domingo, 31 de janeiro de 2016

Resenha



Livro: Todos Os Nossos Ontens

Editora: Novo Conceito.

Paginas: 352

Sinopse:

O que um governo poderia fazer se pudesse viajar no tempo?

Quem ele poderia destruir antes mesmo que houvesse alguém que se rebelasse?

Quais alianças poderiam ser quebradas antes mesmo de acontecerem?

Em um futuro não tão distante, a vida como a conhecemos se foi, juntamente com nossa liberdade. Bombas estão sendo lançadas por agências administradas pelo governo para que a nação perceba quão fraca é. As pessoas não podem viajar, não podem nem mesmo atravessar a rua sem serem questionadas. 

O que causou isso? Algo que nunca deveria ter sido tratado com irresponsabilidade: o tempo.

O tempo não é linear, nem algo que continua a funcionar. Ele tem leis, e se você quebrá-las, ele apagará você; o tempo em que estava continuará a seguir em frente, como se você nunca tivesse existido e tudo vai acontecer de novo, a menos que você interfira e tente mudá-lo...

Todos Os Nossos Ontens, conta a historia de duas garotas, Em e Marina. Em tem o objetivo voltar ao passado para matar o causador de muitos sofrimentos, o doutor. Ela descobre que um sentimento ainda mesmo que mais sofrido que seja, mais duro ele ainda está lá, armazenado, escondido. Marina é uma garota de classe média alta, uma adolescente como muitas outras. Nutre um amor platônico por seu amigo de infância e um super nerd, James Shaw. James é um garoto prodígio que esta no seu doutorado aos 17 anos, seus melhores amigos são Finn e Marina.

Devido a alguns acontecimentos eles unem-se ainda mais.O valor da amizade nesses momentos são postos a prova, Marina pode ser uma garota fútil e esnobe, mas sabe ser amiga e companheira. O incrível desse livro além da sinopse é que a amizade dos três é posta a prova o tempo todo. A amizade e o amor são algo muito forte e bem retratado ao decorrer da história.

Em, é forte, determinada, independente e tem em suas mãos matar alguém que foi muito importante na sua vida, alguém por quem um dia foi cegamente apaixonada. O amor às vezes nos surpreende em lugares que nem imaginamos, Em descobre o amor que sente pelo seu companheiro de tortura da cela ao lado da sua. Juntos eles escapam da prisão e voltam no tempo, daí a missão – enlouquecedora – começa.

A determinação das duas garotas é algo que me deixou fascinado, o ivro é lindamente construído, tem romance? Tem, mas como estamos acostumados, quantos livros vocês leram que o amor surge em meio a sessões de tortura? De medo? De pânico? Pois é, me surpreendi com a leitura pela reviravolta que ocorre no final, que fiquei simplesmente chocado – nervoso – e muito tenso.

Todos Os Nossos Ontem aborda a viagem no tempo como meio de salvar um futuro não tão distante, um futuro que pelo que vejo hoje em dia, pode sim ser possível. Mas ainda bem que o governo não tem uma máquina do tempo, não se traria mais benefícios do que malefícios. Só sei que isso afetaria a vida do mundo em um grau catastrófico.

É um livro que recomendo como disse, a leitura me surpreendeu positivamente. Se não se interessarem pela sinopse, dêem uma chance mesmo assim, garanto que não vão se arrepender.


Leandro Matias

4 comentários: